Volta às aulas com mais bibliotecas para as escolas da rede municipal

Colégio Santos Dumont, no Bairro de Fátima, encabeça projeto. Foto: Lucas Dumphreys

Projeto pretende incentivar estudantes de instituições municipais niteroienses a ler mais. Colégios do Bairro de Fátima, do Fonseca e também de Várzea das Moças saem na frente

 

Um projeto piloto que estabelece bibliotecas nas escolas municipais para incentivar ainda mais a leitura dos estudantes está sendo implantado em Niterói.

As primeiras escolas contempladas são a Santos Dumont, no Bairro de Fátima, a Paulo Freitas, no Fonseca e a Heloneida Studart, em Várzea das Moças, mas outras escolas também serão incorporadas ao plano, de acordo com a Fundação Municipal de Educação (FME).

As antigas salas de leituras agora darão espaço às bibliotecas escolares, mais amplas com mais títulos, dando aos estudantes acesso aos livros e às novas tecnologias da informação, com a finalidade de estimular a leitura e formar leitores.

As Bibliotecas Populares e Escolares do Município contarão com uma equipe formada por um bibliotecário e até dois professores auxiliares.
Estes docentes foram selecionados a partir de um processo de formação como professores leitores decorrente do trabalho que a rede já vem desenvolvendo por meio de programas de incentivo à leitura ao longo dos anos. As bibliotecas funcionarão de acordo com o horário das unidades escolares.

De acordo com a Fundação Municipal de Educação a iniciativa será implantada gradativamente, em outras unidades escolares, obedecendo ao projeto piloto que classifica as bibliotecas em três modalidades: grande, médio e pequeno porte.

A implantação deve obedecer o prazo de dez anos como previsto na Lei nº 12244/10. As Bibliotecas Escolares têm o objetivo de atender a comunidade escolar no que se refere tanto aos alunos quanto aos professores.

Incentivo à leitura- A coordenadora das Bibliotecas Populares e Escolares da Secretaria e da Fundação Municipal de Educação de Niterói (SME/FME), Neli Rigó, explica que o projeto ajuda reforçar a leitura na cidade e pretende inaugurar o projeto no início do ano letivo, devido às férias escolares.
“A ação, fruto de um decreto federal de 2010, só veio a reforçar todo um histórico de trabalho com a leitura que Niterói já vem mantendo no decorrer dos anos. Pretendemos inaugurar essas três bibliotecas já no início deste ano letivo de 2012”.

O projeto não atenderá os moradores das comunidades, de acordo com a FME eles continuarão sendo atendidos pelas Bibliotecas Populares da Rede.

 

 



Fonte: http://jornal.ofluminense.com.br

 



 


Data do artigo: Sex, 06 de Janeiro de 2012

Share to Facebook Share to Twitter Share to Linkedin 

Curtir no Facebook

Publicidade

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

enquete

Qual o seu Time de Coração?